domingo, 4 de setembro de 2011

MUDAR DE REGIME, VASCO PULIDO VALENTE




Só os
monárquicos e os comunistas é que tem lutado por essa
mudança...


















Certos pensadores profissionais
acham mesmo que o próprio regime que engendrou a presente tragédia é
praticamente perfeito e que não se deve mexer na Constituição em que ele
assenta. Isto espanta, porque a reacção tradicional costumava ser a de corrigir
as regras a que o desastre era atribuível. Basta conhecer a história de França,
de Espanha ou mesmo de Portugal para verificar que várias Monarquias, como
várias Repúblicas, desapareceram exactamente pela espécie de irresponsabilidade
(e prodigalidade) que o Estado do "25 de Abril" demonstrou com abundância e zelo
desde, pelo menos, 1990. A oligarquia partidária e a oligarquia de "negócios"
que geriram, em comum, a administração central e as centenas de sobas sem cabeça
ou vergonha da administração local não nasceram por
acaso.














1 Comentários:

Anonymous Nuno Castelo-Branco disse...

Muito bem, mas tal como há uns anos fez António José Saraiva no Expresso - penso que o artigo intitulava-se "O Fim do Regime" -, VPV fica-se pelas meias palavras, não dizendo o que pretende: presidencialismo? Monarquia Constitucional? República autoritária? Ele que o diga sem tardança.

5 de setembro de 2011 às 08:11  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial