terça-feira, 27 de setembro de 2011

ESTATUTO IDEAL DOS AÇORES E DA MADEIRA SEGUNDO S.A.R. O SENHOR DOM DUARTE

 

(Clique nas imagens para ampliar)
 
 

 
Dom Duarte de Bragança disse hoje que o estatuto político ideal para as Regiões Autónomas dos Açores e Madeira seria o de “Reino Unido”, como possuem a Escócia ou as Antilhas Holandesas.
 
“Os Reinos Unidos dão o máximo de autonomia com o máximo de unidade nacional”, sustentou o Duque de Bragança em declarações à Lusa à margem da sua participação na Coroação e Função do Senhor Espírito Santo da Santa Casa da Misericórdia de Angra.
 
Dom Duarte de Bragança considerou que “o modelo de desenvolvimento dos Açores tem muito mais equilíbrio que o do continente” alegando que “as barbaridades feitas e os desperdícios monstruosos são muito menores aqui” [nos Açores].
 
“Tem havido muito mais cuidado na preservação da paisagem e da agricultura, enquanto no continente tem sido um vandalismo quase completo de destruição dos recursos, nomeadamente os paisagísticos e culturais”, sublinhou.
 
"Os Açores são o modelo e grande exemplo de preservação dos recursos e valores que temos”, disse.
 
Igualmente, acrescentou, “do ponto de vista ético e moral os Açores dão uma lição muito grande ao continente”, pelo facto de “haver muito mais responsabilidade e solidariedade”.
 
"Todos têm a aprender com a região”, sublinhou.
 
Sobre a situação política e económica, Dom Duarte disse que “a maioria dos nossos compatriotas não aplica um raciocínio lógico à política”.
 
A política, adiantou, “faz-se por preconceito, clubismo e manifestam-se como republicanos sem saberem porque o são. Talvez porque sim, porque nasceram na república”.
 
Na sua opinião, “se usassem a lógica comparavam o sucesso das monarquias contemporâneas em toda a Europa com os problemas das repúblicas”.
 
“Assim perceberiam porque é que Portugal passou de um país de desenvolvimento razoável da Europa de 1900 para o país mais atrasado da Europa actualmente”, disse.
 
Isto é, frisou, “uma consequência do regime republicano que em cem anos levou Portugal para uma situação de grande atraso”.
 
O Herdeiro ao trono de Portugal, que se deslocou aos Açores a convite da Real Associação da Ilha Terceira vai manter encontros oficiais com o Representante da República para os Açores e Presidentes das Câmaras Municipais de Angra do Heroísmo e Praia da Vitória.
 
Dom Duarte estará presente na apresentação do livro “Dom Duarte e a Democracia - Uma Biografia Portuguesa” da autoria de Mendo de Castro Henriques.
 
Na Ilha Terceira Dom Duarte visita o Museu do Vinho e participa no 1º. Jantar do Rei destinado aos sócios da Real Associação e simpatizantes da Causa Monárquica.
 
Lusa - 24-05-2009

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial